Informações

Novo medicamento injetável contra câncer é testado em paciente em Fortaleza

Um paciente idoso de Fortaleza é o primeiro do Brasil a utilizar, de forma oficial, novo medicamento injetável contra o câncer. O tratamento iniciou no dia 1º de setembro, no Hospital São Camilo Cura d´Ars, no Centro da capital.

Segundo a unidade hospitalar, a droga foi lançada nos Estados Unidos. A Blinatumomab, conhecida como Blincyto, foi apresentada ao mercado em dezembro de 2016. Desde então, foram iniciados testes em pacientes recidivos de leucemia linfocítica aguda, doença do paciente de Fortaleza.

injecao

De acordo com o pós-doutor em hematologia e responsável pelo tratamento do idoso, Ronald Feitosa Pinheiro, o medicamento foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e precificado há apenas dez dias. Ele conta que a droga é utilizada legalmente pela primeira vez no Brasil.

“A doença do paciente afeta normalmente ‘os extremos': crianças e idosos. As crianças são curadas em 80% dos casos. Nos idosos, é praticamente incurável. Nosso paciente, além de portador da doença, é ainda reincidente, sem opções de tratamentos”, explica. Segundo o médico do Hospital São Camilo, a droga é “indicada exatamente para o caso dele”.

Com o tratamento iniciado há apenas cinco dias, o paciente já demonstra sinais de melhora. “As células ruins já caíram de 60 mil para 4 mil”, explica Pinheiro. A droga imunobiológica é considerada uma vacina contra o câncer. “É um anticorpo para as células do câncer”, afirma Pinheiro. O tratamento tem duração de 28 dias.

Fonte: G1

Will Diniz

Will Diniz

Não sou qualquer pessoa, não sou uma garota perfeita. Eu sei viver e sei quando alguém gosta de mim, que é pelo que eu sou e não por um modelo fútil sem suas próprias idéias ou princípios. Tenho paciência e tempo suficiente para esperar. Não sou qualquer amiga de todos, não concorro à miss simpatia, nem sou adorada por unanimidade. As pessoas têm o direito de não gostar do meu jeito, mas às vezes gostam tanto que sentem inveja. O meu amor eu guardo para os mais especiais. Não sou qualquer politicamente correta. Não sigo todas as regras da sociedade e às vezes, ajo por impulso. Erro: admito, aprendo ensino…

Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. As pessoas julgam, eu julgo, mas só a mim! Não conheço ninguém tão bem a ponto de saber o que se passa em sua cabeça. Não sou qualquer tola, tenho meus limites e respeito meus sentimentos. Não preciso de pessoas insignificantes para preencher o meu vazio. Não fico com alguém por carência ou diversão, não só para ter alguém do lado, mas sim para estar do lado de alguém. Não sou qualquer ditadora, abro exceções, perdoo aos outros e a mim.

Todos merecem uma segunda chance, mas nunca uma terceira. Mudo de opinião, mas não de princípios, quem me encontrar daqui a dez anos conseguirá me reconhecer. Não sou qualquer espectadora… comovo-me, choro, sorrio! Afinal, quem nunca sonhou em ser a mocinha? ..Enfim, não sou qualquer cópia, sou WILL BAHIA DINIZ adoradora do ETERNO CRIADOR!